quinta-feira, 26 de maio de 2011

À princesa do meu castelo

E agora que me dizem que cada vez mais me pareço contigo
Já não te vejo além do espelho que a ti reflexo

Será meu, será teu, serão os olhos de quem te vê em mim
de quem te sente através de mim

No dia em que te vir, seremos duas
irmãs igualmente diferentes
Enquanto isso,
és-me um pouco
sou-te um tanto

Nos amamos assim de longe,
Nos encontrando, assim em quando, no espelho
.dentro dele.

Nenhum comentário: